Página principal / Dicas de RH

19/12/2007

MBA: diferencial na carreira e no currículo

Neli Barboza



Cursos ajudam profissional a se atualizar e turbinar a carreira

A competitividade no mercado de trabalho exige dos profissionais cada vez mais atualização e preparação para lidar com novos desafios. O diploma de graduação já não é mais um diferencial, mas apenas a base para buscar o mercado. Quem quer se desenvolver profissionalmente, no entanto, tem que se especializar.

O MBA (Master in Business Administration) é um diferencial cada vez mais requisitado nas empresas e, nas de grande porte, chega a ser um critério de seleção de candidatos ou de promoção dos profissionais que já atuam na companhia.

O curso é uma forma de atualização voltada a profissionais graduados de diversas áreas que necessitam reciclar seus conhecimentos, ter mais oportunidades na organização que trabalham ou, ainda, incorporar valor ao currículo, na busca de um novo emprego.

Esse tipo de especialização propicia ao profissional profundidade acadêmica com um foco mais prático e atual, voltado para as novas exigências do mercado no mundo globalizado, e pode ser feito por várias vezes em áreas distintas.

No Brasil, a procura por programas de especialização como o MBA começou por volta da década de 90, depois da abertura de mercado iniciada no governo Collor. Na época, houve uma grande demanda das empresas por cursos de especialização que capacitassem seus profissionais para enfrentar a competitividade de mercado. Esses cursos, no entanto, não existiam no País nessa época, e muitos profissionais tinham de negociar com suas empresas para fazê-los no exterior. Para isso, elas precisavam dispor de grandes investimentos em tempo e dinheiro.

Hoje em dia, a especialização é comum em muitas instituições brasileiras e várias empresas continuam fazendo parcerias com seus colaboradores, a fim de patrocinar os cursos de MBA e promover um investimento a curto prazo, já que, em cerca de dois anos (tempo aproximado de duração do curso), ela tem um profissional mais atualizado, mais competitivo e, portanto, mais atuante na estratégia de crescimento da empresa.

Cabe, no entanto, cautela na escolha dos cursos: o profissional deve buscar informações e referências - de preferência com outros alunos - sobre o programa e a instituição que os oferecem, para não perder tempo e dinheiro em cursos que não correspondem à qualidade dos internacionais, padrão buscado geralmente pelas empresas. No Brasil, já existem escolas que oferecem cursos de MBAs em parceria com instituições de renome no exterior, o que proporciona aos alunos a oportunidade de vivenciar experiências necessárias para entender e participar do mundo internacional dos negócios.

Vale lembrar que o investimento é válido para profissionais de todas as áreas e em diversas fases da carreira. Quem está disponível no mercado e quer turbinar o currículo, além de adquirir novos conhecimentos ao fazer o curso de MBA, também tem a oportunidade de conhecer novas pessoas e fortalecer sua rede de relacionamentos, o chamado network, cuja manutenção é fundamental nos dias de hoje. Dessa forma, o programa de especialização aumenta a empregabilidade do profissional.

O MBA também é extremamente interessante para profissionais que deixaram de atuar na área operacional para trabalhar numa área estratégica para a empresa. Por isso, muitas empresas que possuem um plano de carreira para seus profissionais já incluem o MBA em seus investimentos em gestão de pessoas. Essa parceria é, sem dúvida, um grande diferencial para o crescimento da empresa e do profissional.

* Neli Barboza, psicóloga, é Diretora de Consultoria da Ricardo Xavier Recursos Humanos.
E-mail: nelibarboza@ricardoxavier.com.br

 




   

Seu nome:

Seu e-mail:

Nome destinatário:

E-mail destinatário:

Mensagem:




Todos os direitos reservados à Ricardo Xavier Recursos Humanos®
A reprodução, parcial ou total, do conteúdo deste site é permitida, bastando mencionar a fonte.