Página principal / Reportagens

21/08/2015


Como reportar erros no ambiente de trabalho



por Fernanda Bottoni

Ninguém aprende com o sucesso. A afirmação categórica, que pode servir de consolo para quem cometeu um erro e ainda não sabe o que fazer com ele, é de João Xavier, diretor-geral da Ricardo Xavier Recursos Humanos. Segundo o especialista, o erro é fundamental para o aprendizado – desde que seja reconhecido e anunciado a tempo de ter seus efeitos minimizados. Quer saber como fazer isso? Confira suas recomendações:

1 – Assuma o quanto antes. “Prorrogar, esconder e empurrar com a barriga só piora a situação”, diz Xavier. Isso porque quanto mais você demora para abrir a boca, mais o erro pode impactar negativamente os negócios da empresa, se for o caso, e a sua imagem profissional. “Quanto mais cedo o erro é detectado menor é o seu impacto”, garante ele.

2 – Classifique seu erro e prepare-se para as consequências. Segundo Xavier, há vários graus de tolerância para vários tipos de erro. “Se o profissional violou um processo, agiu com falta de ética, pode saber que cometeu um erro intolerável”, diz ele. Por outro lado, uma desatenção pode até ser tolerada, mas dificilmente traz algum aprendizado além da necessidade de ser mais atento. “Há também erros cometidos em testes exploratórios, que são louváveis”, afirma. “Em pesquisa, desenvolvimento e inovação o erro é fundamental”, diz ele. Em casos assim, claro, a tolerância deve ser maior.

3 – Aprenda com o erro. Se você errou porque não estava preparado adequadamente para a função, além de assumir o que fez, você deve buscar capacitação. Se for o caso de procurar um curso, faça isso também o quanto antes, para demonstrar que você tirou uma lição do ocorrido e está comprometido em fazer com que isso não se repita.

4 – Não leve apenas problemas. Na hora de assumir o erro, é importante levar um pacote de medidas e soluções para resolver – ou pelo menos reduzir – os impactos negativos que ele pode trazer. “É importante demonstrar que você pensou sobre o problema, fez a lição de casa, e que tem propostas”, diz Xavier. Essa possivelmente é a melhor forma de preservar a sua imagem em casos assim.

5 – Nunca empurre a responsabilidade para o outro. Para fugir do problema, você pode até ficar tentado a deixar a culpa recair sobre outra pessoa, mas essa é uma péssima estratégia. “Se descobrirem – e é muito provável que descubram – um erro que poderia ser bem tolerado vai se tornar inadmissível”, diz Xavier. A dica é a mesma para quem pensa em ficar quietinho como se nada tivesse acontecido. Quando descobrirem, o efeito pode ser muito pior. Ou você duvida?

Fonte: vagas profissões


   

Seu nome:

Seu e-mail:

Nome destinatário:

E-mail destinatário:

Mensagem:




Todos os direitos reservados à Ricardo Xavier Recursos Humanos®
A reprodução, parcial ou total, do conteúdo deste site é permitida, bastando mencionar a fonte.