Página principal / Artigos

12/11/2015

Não se demita antes de ser contratado

Marcia Almeida



Buscar um emprego, ou melhor, buscar “O” emprego não é para amadores. É preciso ter persistência, paciência, nervos de aço, motivação e fé. Você precisa dar conta de tudo que envolve esta busca. Encontrar a vaga, enviar um currículo impecável, receber a ligação do entrevistador e não derrapar nas respostas, chegar para entrevista com antecedência, vestir-se adequadamente, pesquisar sobre a empresa, responder a todas as perguntas do entrevistador com foco - sem ser prolixo, saber na ponta da língua seus pontos fortes e seus pontos fracos - contar caso de sucesso, contar caso de fracasso, explicar porque saiu do último emprego -, ser simpático, interessado, educado, cordial, resistir a tentação de exagerar um pouquinho na sua habilidade com o inglês, não esquecer que o entrevistador não é seu amigo- por mais que te deixe a vontade. Ufa, cansei!

Você passou com louvor por este verdadeiro teste e saiu da sala do entrevistador com a promessa: “Em breve entraremos em contato”. Passou um dia, três dias, uma semana e nada, nenhuma ligação, nenhum e-mail, nenhum sinal de fumaça. Será que a definição de “em breve” do entrevistador é diferente da sua? Neste momento, várias teorias da conspiração já estão passando pela sua cabeça: escolheram outro candidato, minha entrevista foi um horror, sou péssimo profissional, a vaga foi cancelada, o entrevistador me detestou. E começa uma batalha consigo mesmo: vou ligar para saber do processo; não, não vou ligar, vou parecer ansioso; vou passar um e-mail; e se não responderem? é melhor ligar...

Sim, você pode fazer uma ligação ou passar um e-mail perguntando sobre o andamento do processo ou até mesmo sobre o seu desempenho, desde que esteja preparado para ouvir um feedback negativo (se for este o caso). O que não pode é ligar insistentemente para o entrevistador, passar WhatsApp, e-mail, tudo ao mesmo tempo -. O resultado de um processo seletivo envolve reuniões e decisões de um conjunto de pessoas, por isto muitas vezes atrasa e será preciso esperar.

Respeite o timing do processo. Mostrar ansiedade além da conta, pressionar o entrevistador de forma insistente pode sim tirá-lo do processo- mesmo que você tenha tido um excelente desempenho na entrevista. Portanto, não se demita antes mesmo de ser contratado.


   

Seu nome:

Seu e-mail:

Nome destinatário:

E-mail destinatário:

Mensagem:




Todos os direitos reservados à Ricardo Xavier Recursos Humanos®
A reprodução, parcial ou total, do conteúdo deste site é permitida, bastando mencionar a fonte.