Página principal / Dicas de RH

19/12/2007

Como confirmar o currículo

Neli Barboza



A confirmação das informações contidas em um currículo é um passo importantíssimo na contratação de profissionais. Se essa etapa for excluída, pode acarretar muitos problemas no futuro – como, por exemplo, informações falsas sobre formação e experiência, dadas por candidatos que passaram por processos de seleção.

E não há por que se constranger em checar as informações do currículo; é preciso apenas realizar essa etapa com muito cuidado. As dicas a seguir ajudam a desenvolver o processo:

• Confirmação de informações– É muito comum em um processo de seleção recorrer à confirmação de informações, primeiramente com o candidato que passará dados sobre sua formação e experiência profissional. A partir desses dados, o selecionador tem um ponto de partida e poderá checar os aspectos abordados com empregadores anteriores, ex-colegas de trabalho e também com a área de Recursos Humanos. Outra forma que facilita é a internet, com publicações e depoimentos que este profissional possa ter dado sobre algum assunto específico. É muito comum também, no mercado de trabalho, a abordagem sobre o perfil de um profissional em empresas para os quais o candidato presta serviços ou venda produtos.

• Carta de referências – As cartas de referências são utilizadas há muito tempo para destacar o perfil do antigo colaborador, ou até mesmo para sinalizar que sua saída ocorreu sem nada que o desabone para cargos futuros. Entretanto, hoje é muito comum a prática do levantamento de referências nas empresas anteriores, bem como a apresentação feita pelo candidato de um book sobre sua vida profissional. Geralmente, tratam-se de publicações feitas em jornais internos da organização, fotos de eventos, premiações e outras situações que confirmem que o candidato foi responsável por tal ação ou tal projeto, confirmando a veracidade do que é apresentado.

• Ética - Para todo e qualquer levantamento de informações, deve-se pedir autorização prévia do candidato, e não poderá ser considerada uma única fonte de referência, evitando assim preconceitos.

• Sites de relacionamento – Mais uma vez, toda fonte de informação é válida, porém não poderá ser única. Em relação ao Orkut, por exemplo, muitos profissionais utilizam a internet como forma de descontração e, em alguns casos, uma forma de extravasar idéias e até fantasias, devendo os dados contidos nesses sites ser considerados com cautela.

• Caminho Ideal – O caminho ideal continua sendo o antigo empregador, que, por um período específico, pôde conviver com o profissional e, embasado em vivências, pode apontar as características positivas ou até mesmo aquelas que o profissional precisa ainda desenvolver.

* Neli Barboza, psicóloga, é Diretora de Consultoria da Ricardo Xavier Recursos Humanos.
E-mail: nelibarboza@ricardoxavier.com.br




   

Seu nome:

Seu e-mail:

Nome destinatário:

E-mail destinatário:

Mensagem:




Todos os direitos reservados à Ricardo Xavier Recursos Humanos®
A reprodução, parcial ou total, do conteúdo deste site é permitida, bastando mencionar a fonte.